sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Queda

  Não sei onde meu coração foi parar. Ele pode ter se partido em tantos cacos que acabou virando pó, posso tê-lo engolido, engasgado e posto pra fora, ou talvez ele esteja preso no meu estômago e essa seja a causa desse frio. Dor aguda agonizante que custa cessar.
 E como isso começou? Não sei. E quando aconteceu? Não lembro. Amnésia seletiva ou involuntária, quem sabe. Eu já soube. Talvez tenha esquecido de esquecer essas perguntas tortas e por isso continuo aqui, no mesmo lugar, com a mesma rotina, me confundindo cada vez mais com os fatos que deixaram de existir depois do último olhar e sem saber diferenciar o medo da coragem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário