sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Dia e Noite 

 Janela aberta. Raios de Sol. Céu limpo. Amanheceu.
 A brisa sopra suavemente os cabelos – ar puro. A claridade intensa te cega por alguns segundos – Sol. As nuvens aparecem e o escondem pela metade. No céu uma nova cor surge aos poucos. Um tom alaranjado se forma. O Sol vai sumindo até desaparecer por completo.
 Brisa gelada. Luz oscilante. Céu opaco. Anoiteceu.
 Pequenos pontinhos brilhantes – estrelas. Um círculo de luz fraca se destaca em meio ao completo escuro – Lua. Sem nuvens, sem brilho. Apenas esses pontos de luz para guiar nas trevas.

4 comentários:

  1. Maravilhoso.
    Me bota nos agradecimentos do seu livro tá?
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Não duvido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkk não me iluda, estrelinha! Obrigada! Falando assim eu chego a acreditar kk
      Se UM DIA QUEM SABE (vms ser positivas) acontecer, é claroooo que você vai estar nos agradecimentos. Provavelmente vou escrever uma página inteira só pra te agradecer kk ♥

      Excluir